Surdos, cultura, sociedade e educação, que rumo tomar?

Surdos, cultura, sociedade e educação, que rumo tomar?

A expressão inclusão tão explicitada na sociedade hodierna e para um grupo de pessoas parece ser propriedade exclusiva da educação, é algo tão antigo quanto a civilização, pois somos seres que necessitamos do outro para nos relacionarmos e este desejo tem seu advento com o inicio com a vida.

O ser humano sempre está em busca de algo para dar sentido a sua existência, quer seja no âmbito que nos leve em direção ao sagrado, quer seja em direções que conduza-nos ao lúdico. As descobertas que fazemos nos possibilita criar e recriar dentro da sociedade, ao passo que construímos cultura, cultura esta que nos aponta o dessemelhante, o diferente, mas que vale a pena adentrar esse processo que chamamos inclusão, pois temos possibilidades criar e re-criar espaços que promovam o diálogo e ajude-nos no processo perceptivo, uma vez que o diferente pode contribuir na construção de uma sociedade melhor.Nossos tempos são de muitas mudanças nos costumes, no modo de pensar, no modo de ver o mundo e viver nele, na maneira de falar, de se vestir, de se alimentar, de se relacionar com os outros, etc. A esses comportamentos a gente chama de cultura. Pois bem, o modo de se definir e compreender a cultura, ou seja, a nossa cultura inclusiva, também mudou, e mudou muito nos últimos anos. Nos dias de hoje quando se fala em inclusão, se está falando de muitas maneiras de se entender quem é outro, ou melhor, quem é o diferente de nós, pois nossa cultura passa pelo crivo da fala e a dos deficientes auditivos “surdos” vem composta por sinais e símbolos que dá sentido a compreensão e as diferentes realidades do mundo. Posto ser um processo que requer cuidado e atenção, o mesmo deve buscar dialogar e compartilhar com os diversos seguimentos da sociedade inúmeros serviços tais como saúde, educação, trabalho e o bem comum como o acesso aos benefícios sociais e culturais.O termo deficiente auditivo é tão antigo quanto o homem e que no decorrer dos séculos o que variou foi a forma como cada civilização se comportou diante do ser diferente. A implicação parece-nos que não está simplesmente no termo deficiente auditivo ou na presença da pessoa surda na sociedade, mas na maneira em que se passa a observar que o mesmo não precisa ser incluído, ele está incluído apesar de toda discriminação do qual sempre foi vítima. É perceptível as diferenças que existem na sociedade, como a os sinais, a fala, enfim…, os diferentes tipos de linguagens que utilizamos para nos comunicar. Entende-se como integração, a possibilidade de que as pessoas com necessidades especiais devido a deficiência ou problemas em seu desenvolvimento viva e conviva com as demais pessoas de sua comunidade. Quando a causa é a surdez, a comunicação fica prejudicada, já que a audição e a fala são os canais por onde a sociedade passa as suas informações. E, a realidade mostra que a diferença causada pela surdez acaba levando a marginalização social.Numa sociedade onde as preocupações giram em torno do ter, do poder, do lucro, nem sempre o ser humano é valorizado como deveria, pois incluir o diferente em uma sociedade discriminadora e preconceituosa é um grande desafio, pois o deficiente auditivo assim rotulado passa a necessitar de auxílio dos membros desta sociedade que o rejeita para sua sobrevivência e desenvolvimento. Ou seja, passa a requerer de seus familiares, seus professores, seus amigos, alguém que os oriente como lidar com um ser tão excludente. A Igreja e a sociedade precisam comprometer-se com a proposta da inclusão, deve acreditar no potencial dessas pessoas, no seu desempenho para que os mesmos sintam-se protagonistas na construção de nossa sociedade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: